Administração
Teste de autoconhecimento auxilia nas relações interpessoais

Teste de autoconhecimento identifica a sua função dentro das equipes.

Todos nós já participamos de diversas equipes ao longo de nossa vida. Certamente nossas atitudes, mesmo que modificadas com o passar dos anos, nos levam a ter uma determinada função.

Há vários testes de autoconhecimento que buscam analisar a personalidade das pessoas e seu comportamento em grupo. O mais conhecido é o Teste de Belbin, ele é definido como um Inventário de autoavaliação para trabalhos em equipes, baseado na teoria de Meredith Belbin.

Segundo Belbin, as equipes devem ser estruturadas levando em consideração os perfis ou tendências pessoais e personalidade dos indivíduos – uma equipe de líderes não pode progredir, pois onde todos queiram liderar, os conflitos ocuparão a maior parte do tempo disponível para o trabalho em equipe. Na equipe ideal, os membros assumem naturalmente funções ou papéis complementares, e cada um destes papéis pode ser descrito em termos de pontos fortes e fraquezas de cada perfil que o desenvolve.

O teste de autoconhecimento de Belbin tem o objetivo não só de identificar qual é a função que você costuma assumir com mais frequência quando trabalha em equipe, mas também de ajudar no desafio de formar equipes.


Dentro das áreas de concentração do curso de Administração da Ambra, a Gestão de Pessoas precisa administrar os comportamentos internos e potencializar o capital humano nas organizações. Para isso, o teste ajuda no conhecimento da personalidade das pessoas e, assim, orienta como cada profissional pode ser mais produtivo.

As características e funções dos papéis desempenhados em trabalhos de equipes descritos por Belbin são os seguintes: Pensador; Investigador de Recursos; Coordenador; Articulador; Analista; Facilitador; Implementador; Realizador e Especialista

Com a utilização do teste, por exemplo, o gestor pode analisar os perfis e chegar à conclusão de que faltam perfis chave em determinados grupos. Ou então, identificar perfis que melhor se adaptem a certas profissões ou funções numa empresa, o que possibilita o desenvolvimento de estratégias para melhorar o desempenho. O teste também ajuda cada pessoa a entender  a contribuição do seu perfil  e a dos outros membros da equipe, para que todos entendam as habilidades e fraquezas alheias e possam melhorar o entrosamento e considerar uma divisão mais conscientizada e lógica das tarefas.

Para o Gestor de Pessoas, identificar os perfis pode auxiliar a antecipar conflitos e desenvolver métodos de trabalho antes mesmo da manifestação de dificuldades entre os membros. Levando em questão que os resultados obtidos não são verdades absolutas. É possível obter resultados diferentes quando o teste é aplicado em diferentes circunstâncias e etapas da vida, pois muitas características e ponto negativos podem ser melhorados no decorrer de trabalhos desenvolvidos em equipe.

1 Comments
Leave a Comment