Carreiras alternativas ao exercício da advocacia nos EUA para advogado brasileiro

Carreiras alternativas para advogado brasileiro nos EUA

A formação jurídica prepara advogados e também confere competência úteis em outras carreiras. Nesse texto, vou apresentar várias carreiras alternativas ao exercício da advocacia nos EUA para advogado brasileiro.

O conhecimento e a formação jurídica de qualidade criam e desenvolvem competências que são úteis em carreiras fora das tradicionais carreiras jurídicas como advocacia, magistratura, promotoria e defensoria.

Assim como os vários que se formaram em direito e foram aprovados no exame da ordem no Brasil atuam em áreas “fora” do núcleo restrito ao mundo regulado pela Ordem dos Advogados, você também pode mudar um pouco de área ao fazer a transição para os EUA.

Caso você queira saber como advogar nos EUA, baixe o guia completo sobre como o advogado brasileiro pode atuar nos Estados Unidos da América.

Veja essas alternativas que acredito serem interessantes e faça um exercício de autoconhecimento para, quem sabe, considerar uma delas como sua nova carreira aqui na América:

  1. atuar como consultor ainda que restrito ao direito do seu país de origem;
  2. atuar na área de métodos alternativos de resolução de conflitos;
  3. atuar com compliance;
  4. mudar para a área de business;
  5. empreender;
  6. atuar como docente em instituições de ensino superior.

1 Alternativa ao exercício da advocacia nos EUA: consultor de temas de direto estrangeiro

Você pode, dependendo do estado, realizar uma inscrição no Bar estadual para atuar como consultor em direito estrangeiro.

Enfim, você deve registrar-se para prestar consultorias e legal opinion sobre temas relacionados ao direito do país de sua formação no Bar de algum estado americano.

Essa atuação não lhe dará as prerrogativas de advogado americano, mas permitirá uma atuação pontual como especialista no tema que você teve formação e aprovação no exame de direito, como o direito brasileiro.

Você não precisará fazer nenhum curso, bem como não há necessidade de demonstrar conhecimento do direito americano nem do direito do estado de inscrição.

Na verdade, na maioria dos estados dos EUA, nem mesmo excelentes habilidades de inglês você precisará demonstrar.

2 Alternativa ao exercício da advocacia nos EUA: mediador, negociador, conciliador ou árbitro

Você deve ter percebido que os métodos alternativos de resolução de conflitos estão entrando em alta no Brasil, principalmente depois do Novo Código de Processo Civil.

Diferentemente do Brasil, nos Estados Unidos da América eles são métodos muito usados há décadas. Os métodos alternativos de resolução de conflitos, alternative dispute resolution (ADR), mais comuns são:

  1. negociação;
  2. conciliação;
  3. mediação; e
  4. arbitragem.

Você poderá fazer uma adaptação de área entrando em algum desses temas de resolução de conflitos aqui na América. Você pode ser mediador nos EUA sem ter que fazer cursos de direito americano.

Eles, por padrão, não são restritos a advogados e você, certamente, poderá fazer uso de sua formação para se destacar atuando em alguma dessas carreiras.

Obviamente, você precisará de uma qualificação adequada e americana como um mestrado em ciências jurídicas com ênfase em métodos alternativos ou com mestrado ou outra formação específica em ADR.

Em inglês seriam chamados como as seguintes opções:

  1. Master of Science in Legal Studies – Concentration in ADR or Mediation, etc.
  2. LLM – Concentration in ADR or Mediation, etc.
  3. Master of Alternative Dispute Resolution.
  4. Master of Mediation.
  5. Master of International Commercial Arbitration Law.

A lista não é exaustiva. São apenas algumas sugestões para você fazer pesquisas e encontrar cursos de interesse. Na verdade, o pré-fixo do curso pode ser tanto Master of Science, Master of Law ou Master of.

O Master of Science (M.S.) é um mestrado acadêmico e os demais são mestrados profissionais/profissionalizantes.

O padrão é que o M.Sc. solicite de você uma dissertação de mestrado (Master Thesis no inglês americano ou Dissertation no inglês britânico) e os profissionais podem ou não solicitar uma dissertação ou projeto aplicado.

Assim como a atuação de advogado, a atuação com métodos alternativos de resolução de conflitos é uma atuação de profissional liberal na maioria dos casos.

3 Alternativa ao exercício da advocacia nos EUA: gestão de risco e compliance

Você deve saber que milhares de empresas atuam em áreas reguladas ou são empresas públicas (ações negociadas em bolsa).

Todas as essas empresas precisam de profissionais que conheçam das leis em suas áreas de Compliance e gestão de risco.

Obviamente, advogados podem atuar em Compliance, mas não somente advogados podem atuar corporativamente no tema e a falta de restrição abre espaço para que você, advogado brasileiro, atue nessa área.

Ademais, os advogados brasileiros possuem uma grande vantagem para essa área porque são formados mais em legislação do que em jurisprudência.

A formação brasileira com muitas leis e regras acaba por dar uma excelente base para atuação em Compliance. Use isso em seu favor ao se candidatar para uma vaga ou oferecer um serviço na área de compliance.

Caso você tenha interesse na área, é importante que curse um mestrado em legal studies ou mestrado profissional específico em compliance para a transição.

4 Alternativa ao exercício da advocacia nos EUA: mundo dos negócios

A grande área de business nos EUA é gigantesca e sempre haverá espaço para mais alguém nela.

Você pode usar sua expertise como advogado brasileiro e encontrar espaços e vagas em corporações para atuar em várias ocupações dos mundos dos negócios.

No caso, não há uma lista restrita porque tudo é muito amplo e possível.

Uma boa alternativa é fazer um MBA, o verdadeiro e não o brasileiro, para abrir sua mente em relação ao tema.

Certamente, existem centenas de caminhos e milhares posições possíveis para você fazer uma transição de área e ainda encontrar uma forma de usar sua formação jurídica como diferencial competitivo.

5 Alternativa ao exercício da advocacia nos EUA: empreender

Os Estados Unidos da América são um país livre, permitem e incentivam o empreendedorismo.

Falando em liberdade econômica, os EUA estão em 17 no ranking mundial e o Brasil está na 140, sendo um país não-livre.

A diferença de dificuldade/facilidade de abrir empresas e gerenciar essas em termos burocráticos nos dois países é algo gigantesco. Eu sei bem porque já tive, por anos, empresas no Brasil e aqui na América.

6 Alternativa ao exercício da advocacia nos EUA: docência

A docência é outra área que não exigirá inscrição no Bar do estado para que você siga essa linda carreira. Você é ou já foi docente? Tem interesse em seguir carreira acadêmica? Qual é a sua formação?

Caso você tenha um doutorado, seja apaixonado pelo ensino, tenha grande capacidade acadêmica e permissão de trabalho, tente uma vaga docente em alguma das milhares de instituições de ensino superior dos EUA.

Por exemplo, nós aqui na Ambra estamos sempre abertos a currículos de professores altamente interessados e com doutorado para ampliar nosso corpo docente.

Candidate-se a uma vaga no corpo docente da Ambra para trabalhar em Orlando – FL caso você tenha todos os seguintes requisitos:

  1. Tenha um doutorado;
  2. Tenha uma experiência profissional relevante;
  3. Goste dos Estados Unidos da América;
  4. Tenha permissão para trabalhar nos EUA.

Outra infomrções:

  1. não podemos contratar residentes indocumentados;
  2. não estamos fazendo processo de sponsorship para conceder ou ajudar em visto ou pedido de visto de trabalho.

Enfim, caso você tenha os requisitos, você pode se candidatar a uma vaga de trabalho em Orlando na Ambra e usar seu conhecimento trabalhando na faculdade americana que fala português.

A Ambra também possui interesse em professores com doutorado para atuação online quando não enquadrados nos critérios de vaga para atuação “física” em Orlando. Saiba como enviar seu currículo!

Conclusão

Pense um pouco fora da caixinha da advocacia. Tenho certeza que você conhece um profissional de sucesso bem formado em direito que atua em área diferente da advocacia.

Caso queira atuar unica e exclusivamente como advogado nos EUA, veja o nosso guia de como advogar nos Estados unidos da América.

Texto em PDF - Como advogar nos Estados Unidos da América