7 características comuns de escritórios de advocacia bem-sucedidos

Escritórios de advocacia bem-sucedidos

Se o seu objetivo é que o seu escritório de advocacia seja reconhecido como sério e que dá resultados, você já deve ter percebido que isso dá trabalho.

Então, o post de hoje é para você: reunimos uma lista de 6 características comuns entre empresas bem-sucedidas para inspirar o seu escritório. Acompanhe!

1. Resiliência organizacional

Como já dissemos aqui, resiliência é um conceito muito usado na física que se refere à capacidade de adaptação e retorno ao estado anterior após uma determinada pressão ou situação difícil.

No escritório, aplicar a resiliência pode ser entendido como a necessidade de encontrar um equilíbrio emocional, depois de sofrer experiências estressantes, sem abalar as bases da empresa. Enfim, você precisa desenvolver habilidades comportamentais.

2. Estratégias de longo prazo

O sucesso é fruto de um trabalho árduo que deve seguir um planejamento rigoroso. Estabelecer metas é tão importante quanto traçar estratégias para as alcançar.

Por isso, determinar objetivos em longo prazo significa se preparar para os próximos desafios. Trabalhar resolvendo apenas os problemas do dia a dia certamente tornará o escritório defasado e sem competitividade no futuro.

3. Valorização do trabalhador

Empresas bem-sucedidas não têm empregados: elas contratam colaboradores. Pode parecer apenas um jogo de palavras, mas é muito mais do que isso.

Colaboradores são parceiros, fazem parte da equipe e trabalham em conjunto buscando os objetivos do escritório.

Causar, no colaborador, esse sentimento é tarefa de um bom gestor que alcançará as metas da empresa de forma mais fácil e natural. Gestão de pessoas dá resultado!

4. Empatia dentro e fora do escritório

Empatia é a capacidade de se colocar no lugar do outro. O gestor empático é capaz de se colocar no lugar do seu colaborador, para atender às demandas, fazendo-o trabalhar melhor, e também no lugar do cliente, buscando sempre meios de dar a ele o produto de que precisa.

Essa capacidade de ver como o cliente possibilita a criação e a manutenção de um vínculo mais duradouro com as pessoas.

5. Reinvestimento de resultados

A eficiência da gestão também está relacionada ao direcionamento do lucro. Reinvestir parte do resultado obtido é uma estratégia importante para o escritório bem-sucedido.

Esse investimento pode ser feito na melhoria de um serviço, na contratação de um novo profissional ou na educação continuada da sua equipe.

6. Liderança para alcançar resultados

O mundo corporativo já entendeu a diferença entre líder e chefe. Se você ainda acha que são a mesma coisa, precisa se atualizar.

Liderar é ter foco no resultado e nas pessoas, incentivando a participação de todos no trabalho para alcançar as metas previstas.

7. Gestores qualificados

Os advogados brasileiros evitam estudar sobre outros temas como gestão e acabam tendo que aprender tudo com erros e acertos.

Esse modelo é bem diferente do padrão americano no qual os advogados costumam fazer MBA e pós-graduação em gestão para tornar o escritório mais eficaz.

Certamente, o investimento dos fundadores de um escritório em algum curso de pós-graduação em gestão ou um MBA americano é algo imprescindível para um escritório que deseja crescer e se destacar.

Como aplicar as dicas em meu escritório de advocacia?

Olhar para o seu colaborador como um parceiro é uma grande estratégia que tornará o trabalho no escritório muito mais preparado para atender às necessidades do cliente.

Para isso, lembre-se de se planejar para estar sempre alinhado às demandas do mercado, sendo resiliente diante das dificuldades e reinvestindo os resultados.

Dessa forma, o seu escritório de advocacia estará melhor preparado, com mais chances de ser sempre bem-sucedido. Siga a gente no Twitter e no Facebook para mais dicas como essas!

am_cta_ebook12_novocodigocivil