Conheça os benefícios da ergonomia no trabalho

As grandes empresas perceberam que, além de proporcionar um ambiente saudável, manter a saúde dos funcionários tornou-se um ponto tão importante quanto o lucro. A

ergonomia, ou relação entre homem e ambiente laboral, preocupa exatamente com este quesito, promovendo exercícios e métodos de prevenção que visa proteger a saúde e bem-estar dos trabalhadores. Vamos entender o seu funcionamento.

O que é ergonomia?

A palavra ergonomia pode ser entendida pela sua etimologia, que tem origem grega, onde “ergon” significa trabalho e “nomos” quer dizer norma. O seu objetivo principal é criar entre funcionários e ambiente de trabalho, algumas técnicas de adaptação onde a sua saúde será preservada, aumentando assim a sua produtividade. Este assunto não é tão raso quando imaginamos, saiba que a ergonomia pode ser dividia em três campos de estudo, sendo eles:

  • Ergonomia Física

Pode-se dizer que engloba estudos relacionados ao aspecto físico, ou seja, será visto como o corpo reage as funções exercidas durante o trabalho, visando a melhoria na execução das atividades. Estudos como o funcionamento da musculatura, postura e articulações, são alguns exemplos desta categoria.

  • Ergonomia Organizacional

Como o próprio título diz, tem a intenção de cuidar do sistema organizacional da empresa, visando mudanças e melhorias na gestão de equipes, políticas e processos que poderiam interferir na saúde e bem-estar do trabalhador.

  • Ergonomia Cognitiva

O corpo humano não necessita apenas de saúde física, a mental é de extrema importância, pensando nisso, criaram este campo responsável pelos estudos cognitivos. O estresse, motivação, memória e raciocínio são exemplos de pontos que serão tratados nesta categoria.

Quais são os principais benefícios da ergonomia?

Acreditamos que esteja bastante claro os benefícios que a ergonomia pode trazer para a saúde do corpo e da mente de um funcionário, mas, qual a vantagem de uma empresa gastar tempo e dinheiro preocupando com estas questões? A resposta vem logo abaixo com 10 pontos positivos que ela pode trazer para a sua organização:

  • O trabalhador ficará contente em trabalhar na sua empresa.
  • Com aumento da satisfação dos funcionários, a produção também cresce.
  • A produção crescendo, consequentemente o lucro também aumenta.
  • As chances de acidentes no trabalho irão cair drasticamente.
  • Doenças mentais devido a acontecimentos durante o expediente serão menores
  • Empresa ganha nome de destaque
  • O ambiente passa a ter um clima agradável e familiar
  • Boa interação entre a equipe
  • Cai o número de demissões
  • Melhora a qualidade de vida

Como implantar na empresa?

A empresa pode determinar o próprio método de implantação, porém, alguns passos podem servir de um modo geral. Primeiramente é necessário aempresa definir quais são as deficiências ergonômicas em todos os setores. Após todos os pontos mapeados, deverá montar uma equipe que será responsável por criar as ações relacionadas aos setores fiscalizados. A equipe geralmente é formada por profissionais da área de segurança do trabalho, líderes de departamentos de saúde e chefes de setores, formando uma espécie de comitê, onde irão avaliar e criar as propostas ergonômicas.

Agora não resta mais dúvidas de que uma ação ergonômica será essencial tanto para a saúde dos funcionários de uma empresa quanto para ela própria. Quem pensa no bem-estar do próximo nunca sairá perdendo.