Navigation

Direito
O Direito no cinema – 5 dicas de filmes

Pense rápido: quantos filmes vêm à sua cabeça se perguntarmos por produções que desenvolvem tramas envolvendo a justiça ou o Direito no cinema? Com certeza em pouco tempo você já pensou em alguns. Hoje o Blog da Ambra traz dicas de alguns filmes que abordam a justiça e os tribunais como pano de fundo em suas histórias.

Com certeza você já assistiu a alguns deles. Mas fica a dica para rever e conhecer as produções. É curioso também observar as diferenças entre o Direito apresentado nos filmes, a maioria deles seguindo a doutrina americana, e o Direito Brasileiro. Mas aí já é por conta de quem quiser se aprofundar mais nos temas.  É bom deixar claro que estamos longe de sermos especialistas em cinema, mas vale a indicação. Prepare a sessão pipoca e divirta-se!

 1) Philadelphia (1993)

Vencedor do Oscar, Tom Hanks deu vida ao advogado Andrew Beckett, um homossexual que trabalha para uma grande firma na Filadélfia. Quando fica impossível esconder dos colegas de trabalho o fato de que tem AIDS, Andrew é sabotado e demitido. Andrew tenta contratar um advogado para que possa acionar a justiça e processar a firma, mas ninguém quer assumir seu caso. Numa última esperança, ele vai até Joe Miller (Denzel Washington), um advogado que se revela homofóbico. O advogado é forçado a encarar os próprios medos e preconceitos ao levar o caso para o tribunal.

2) Erin Brockovich (2000)

Erin (Julia Roberts) é a mãe de três filhos que trabalha num pequeno escritório de advocacia. Quando descobre que a água de uma cidade no deserto está sendo contaminada e espalhando doenças entre seus habitantes, convence seu chefe a deixá-la investigar o assunto. A partir de então, utilizando-se de todas as suas qualidades naturais, desde a fala macia e convincente até seus atributos físicos, consegue convencer os cidadãos da cidade a cooperarem com ela, fazendo com que tenha em mãos um processo de 333 milhões de dólares.

 3) O julgamento de Nuremberg (2000)

Vencedor de dois Oscars, o filme retrata o julgamento de oficiais nazistas, julgados por seus bárbaros crimes, cometidos nos campos de concentração. Tinham se passado três anos desde que os mais importantes líderes nazistas foram julgados em Nuremberg. Dan Haywwod (Spencer Tracy), um juiz aposentado americano, tem uma árdua tarefa, pois preside o julgamento de quatro juízes que usaram seus cargos para permitir e legalizar as atrocidades nazistas contra o povo judeu durante a 2ª Guerra Mundial.

4) A qualquer preço (1998)

Jan Schlittman (John Travolta) é um advogado que, junto com seus sócios, não procura vencer causas, mas sim entrar em lucrativos acordos financeiros. Mas tudo muda quando ele concorda em representar oito famílias cujas crianças morreram em virtude de duas empresas terem despejado produtos tóxicos na água que abastece Woburn, Massachusetts. O caso se prolonga, fazendo a firma ficar em sérias dificuldades financeiras, tanto que os sócios de Schlittman o abandonam quando sua carreira ficar seriamente ameaçada.

5) A vida de David Gale (2003)

Outra obra muito interessante para retratar o Direito no cinema: David Gale (Kevin Spacey) é um professor que trabalha na Universidade do Texas e também um ativista contra a pena de morte. Até que, após o assassinato de uma colega de trabalho, Gale é injustamente acusado e condenado à pena contra a qual ele tanto combate. O caso chama a atenção de Elizabeth Bloom (Kate Winslet), uma jornalista que decide investigar a vida de Gale e também o sistema judicial que o condenou à pena de morte.

  *Fonte das sinopses: blog Adoro Cinema

 

 

am_cta_ebook12_novocodigocivil-1

A equipe de Redação da Ambra é formada por profissionais especializados em redação, marketing, finanças, empreendedorismo, administração e gestão. Estes profissionais são os responsáveis por criar conteúdo informativo e que ajudam a inovar e resolver problemas do mercado.