Navigation

Administração
faculdade presencial
5 entraves que geram perda de tempo em faculdade presencial

Definir uma modalidade de ensino que irá nos acompanhar durante um tempo considerável pode não ser uma tarefa fácil.

Afinal de contas, é necessária a realização de um bom planejamento para que os benefícios dos estudos não interfiram nas demais áreas da vida, como a financeira, a familiar e a profissional.

Nesse sentido, optar por uma faculdade presencial pode não ser uma boa opção, principalmente se você já estiver inserido no mercado de trabalho como funcionário ou como empreendedor.

A seguir, falaremos sobre os 5 obstáculos que a faculdade presencial pode trazer à sua vida e como, enfim, conciliar os estudos com as suas demais atividades. Confira.

1. Rigidez de horários

A rigidez dos horários das aulas é um dos principais obstáculos que impedem algumas pessoas de optarem por uma faculdade presencial.

Afinal de contas, acaba sendo preciso ficar sempre disponível no horário e no local específico e, na maioria das vezes, um pequeno percentual de faltas prejudica o aluno de diversas maneiras: além de perder o conteúdo, o estudante pode até chegar a ser reprovado por faltas.

Além disso, nem todas as faltas são justificáveis para a faculdade presencial e, em muitos casos, até ausências por motivo de doença ficam difíceis de ser abonadas.

Outra dificuldade por conta dessa rigidez de horários é em relação à vida profissional do aluno. Muitos cursos oferecem como opção apenas o turno diurno, e isso é um grande obstáculo para o estudante que também trabalha.

2. Necessidade de locomoção

Principalmente para quem mora em grandes centros urbanos, a dificuldade de locomoção é um obstáculo enorme para cursar uma faculdade presencial.

Junto a isso, a ausência de flexibilidade de horários também é um grande entrave para quem passa horas no deslocamento até às aulas, que, muitas vezes, começam ainda no horário de pico do trânsito, ou seja, no final ou no início do expediente comercial.

Os estudantes que dependem exclusivamente de transporte coletivo podem passar por dificuldades, principalmente, na hora da saída noturna da faculdade, quando a quantidade de ônibus diminui.

3. Currículo muito centralizado e aprendizagem padronizada

O corpo docente e o currículo das disciplinas são outros entraves que podem dificultar o aprendizado na faculdade presencial.

Afinal, não é incomum encontrar professores que ora utilizam uma didática ultrapassada, ora vestem-se de personagens na tentativa de modernizar um pouco o currículo.

Além disso, as aulas baseadas em leitura e resolução de atividades de forma não tão aprofundada também são comuns ­­– o que poderia ser facilmente resolvido pelo aluno em sua própria casa.

Por outro lado, pelo fato de o currículo ser muito centralizado, ele acaba dando pouca abertura para que os professores inovem em suas formas de ensino.

Isso sem contar que, em uma faculdade presencial, a linguagem tende a ser padronizada e baseada na memorização, o que, infelizmente, é uma realidade comum no ensino brasileiro.

Essas características tornam o ensino presencial mais centrado no professor e na instituição.

4. Difícil conciliação da rotina de estudante e a profissional

Sabemos que o ensino superior não se resume apenas aos horários das aulas e das provas.

É preciso desenvolver uma verdadeira força-tarefa para dar conta das aulas extras (muitas aos finais de semana) e dos trabalhos teóricos e práticos que devem ser desenvolvidos fora da sala de aula.

Isso, aliado aos outros obstáculos, como a necessidade de locomoção e a rigidez de horários, faz com que seja difícil conciliar a rotina profissional e familiar, principalmente para quem tem filhos ainda pequenos.

Nesse caso, o que fazer para obter um diploma de ensino superior?

Caso você não se encaixe no padrão de ensino e de estrutura de uma faculdade presencial, existem alternativas para conquistar o tão sonhado diploma, seja em graduação, pós-graduação ou outras especialidades.

O ensino a distância (também chamado de EaD) pode ser a melhor opção para a sua vida acadêmica não ser prejudicada.

Ele é, portanto, a uma opção ideal para quem precisa conciliar trabalho e estudo sem grandes interferências na rotina.

Além disso, existem outras vantagens para quem opta por essa modalidade, tais como:

  • Flexibilidade: é possível criar seu próprio horário de estudos e até mesmo encaixar as aulas nos períodos livres durante o dia. Por isso, não há a necessidade de reservar um tempo fixo e contínuo do dia para estudar. Há quem estude, inclusive, fora do ambiente da casa e do trabalho e vá para cafés, parques e bibliotecas para assistir às aulas.
  • Mobilidade: como vimos, pelo fato de as aulas serem ministradas online, você consegue assistir de onde estiver, desde que tenha conexão à internet. Além disso, com as plataformas cada vez mais responsivas e adaptadas para todos os tamanhos de telas, é possível estudar com um notebook, um tablet e até mesmo o seu smartphone. Ou seja, não há a necessidade de investir em um computador caro para essa finalidade.
  • Redução do investimento total: em relação ao ensino presencial, o aluno de cursos a distância possuem despesas adicionais menores como redução com deslocamento, alimentação e, em alguns casos, com livros e cópias.
  • Revisão de aulas: como as aulas podem ficar gravadas, o aluno EaD pode revê-las quantas vezes quiser e reforçar ainda mais o aprendizado. É ele quem faz o ritmo de uma aula gravada, pois pode pausar e retornar ao conteúdo sempre que necessário.
  • Acesso a professores e alunos da turma: ao contrário do que se imagina, no ensino a distância, o aluno tem acesso rápido aos professores e orientadores de prontidão para tirar dúvidas. Além disso, existem os fóruns com os demais colegas para interação. Esse dinamismo ajuda os alunos mais tímidos, por exemplo, para que eles mantenham mais contato com a turma, já que a interação virtual pode ser mais fácil do que a presencial.

São muitas as vantagens do ensino a distância, mas, de qualquer forma, o aluno precisa desenvolver algumas características para aproveitar ao máximo o tempo de estudo.

Quem opta por esse tipo de curso precisa desenvolver uma verdadeira responsabilidade nos estudos, pois os resultados dependem muito do esforço e do comprometimento do aluno em seguir o cronograma proposto.

É relativamente fácil aprender a ter organização e responsabilidade nos estudos. Ademais, tais habilidades terão grande valor em sua carreira sendo um diferencial competitivo no mercado de trabalho.

Ou seja, pessoas que tenham dificuldade de fazer o que tem ser feito possuem dificuldades para estudar a distância.

Mesmo assim, é perfeitamente possível que qualquer estudante se adapte a essa modalidade adquirindo mais responsabilidade e cumprindo suas atividades sem a necessidade de presença física num determinado local.

Todos esses obstáculos que citamos em relação à faculdade presencial não devem lhe desanimar a cursar o ensino superior.

Afinal, cada um se adapta de uma maneira e muitas pessoas ainda preferem essa modalidade de ensino mais tradicional.

Agora, se você quiser ter mais flexibilidade e liberdade para a criação de sua rotina, o ideal, mesmo, é optar pelo ensino a distância.

Quer saber mais sobre essa modalidade de ensino? Entre em contato conosco para descobrir qual curso a distância se encaixa em sua rotina e vai lhe ajudar a progredir profissionalmente! Até a próxima.

AM_CTA_Facebook_eBook02_FormacaoGerencial

Engenheiro por formação e educador por paixão. Tenho a educação como paixão pessoal e profissional, por gostar de estar sempre ensinando e aprendendo. Estou sempre disposto a ouvir pontos de vistas e argumentar sobre diversos assuntos. Como hobbies, gosto de jogar poker e conversar sobre investimento e finanças pessoais.