Navigation

Carreira
MBA
MBA: tudo que você precisa saber

O Brasil tem um conceito de MBA diferente do restante do Mundo e isso gera muita informação errada e confusão.

O MBA é um tipo de curso para quem já tem graduação completa (bacharelado ou curso equivalente de 4+ anos) com visão generalista e ampla em gestão de negócios.

Eu tenho visto muita gente confundindo o termo MBA no contexto mundial e sua particularidade no Brasil. Visando ajudar as pessoas a entender melhor o tema, resolvi escrever e esclarecer as principais dúvidas que tenho visto:

  1. O que é MBA?
  2. Qual é a diferença entre MBA no Brasil e no Exterior?
  3. Existem MBAs no Brasil que seguem os padrões internacionais?
  4. Qual é a carga horária e o conteúdo de MBA padrão?
  5. Como e onde surgiram os cursos de MBA?
  6. Como funcionam os rankings mundiais de MBA?
  7. Qual é a diferença entre MBA e Mestrado Acadêmico?
  8. Qual é o retorno do investimento de um MBA?
  9. Quais são as características de um MBA no Brasil com extensão internacional?
  10. Quais são as características de um MBA no Brasil com Pós-graduação internacional?

O que é MBA?

O termo MBA significa Master of Business Administration.

Um erro comum no Brasil é indicar MBA como Master in Business Administration usando o IN no lugar do OF.

Repetindo,

Termo correto: Master of Business Administration.

Termo errado: Master in Business Administration

O que é um Master of Business Administration?

Um MBA é um mestrado profissional. O termo Master no inglês significa Mestrado quando traduzido para o português.

O termo em inglês que melhor define o tipo de título de MBA é Profissional Degree que significa um título focado no mercado profissional, portanto, quem tem MBA tem um mestrado que tem foco não em pesquisa e sim na atuação prática de profissional de alto nível.

O que é um MBA no Brasil?

Nós já escrevemos sobre a diferença entre MBA e pós-graduação do tipo especialização na visão brasileira. Neste texto, vamos falar de como esse tipo de curso é definido no Brasil em relação à definição correta, a americana que originou o termo.

Infelizmente, o Brasil não fez como os países Europeus e Asiáticos na importação do MBA e não determinou que esse seja um mestrado profissional.

Essa falha do Ministério da Educação em exigir que o padrão internacional fosse seguido permitiu que, no Brasil, qualquer coisa possa ser chamada de MBA.

Um MBA no Brasil não é equivalente a profissional degree americano, canadense ou europeu porque é apenas um genérico de pós-graduação e não um curso que dá uma credencial de mestrado, um título, e sim dá um certificado de pós-graduação como está bem claro no site do Ministério da Educação (MEC) sobre pós-graduação e MBA.

Prestígio do certificado brasileiro versus o título no exterior

Falando em termos de título e mercado, um MBA no exterior está num patamar muito acima que os homonimos brasileiros.

Os do Brasil são cursos lato sensu de pós-graduação e os MBA americanos, canadenses, europeus e asiáticos são cursos strictu sensu de pós-graduação, ou seja, são mestrados profissionais.

Vale ressaltar que MBA é um mestrado profissional mais desejado e mais prestigiado do que os mestrados acadêmicos normais nos Estados Unidos, Canadá, Australia, Nova Zelândia, Alemanha, França, Espanha, Correia do Sul, China, etc. Nesses países, um profissional que fez MBA é, normalmente, alguém com excelente visão de negócios e que atuará em posições estratégicas da empresa.

A consequência disso é que um MBA brasileiro tem valor significativamente menor que um americano porque ter um certificado de MBA brasileiro não significa ter um Master of Business Administration de verdade.

Veja o que site Estudar Fora fala sobre MBAs no Brasil:

“O que colabora para manchar a imagem dos cursos no Brasil é a sua crescente banalização. Alguns têm baixíssima qualidade, e outros se dizem MBAs sem sequer ter as características básicas para isso.”

Antes que você diga que a qualidade no Brasil é baixa porque temos muitos cursos, gostaria de te dizer que existem muito mais cursos de MBA nos Estados Unidos e a qualidade deles não baixou. Enfim, dizer que a qualidade é baixa porque a quantidade é alta é uma falácia que não se sustenta.

Para efeitos de curiosidade, anualmente mais de 100 mil pessoas concluem um curso de MBA nos Estados Unidos da América e esse número não para de aumentar a cada ano.

Hoje, existem mais de 6 mil instituições que oferecem uma opção de MBA ou mais com alternativas presenciais, blended ou online.

Caso você queira um MBA de verdade, procure uma faculdade americana como a Florida Internacional University, o Rollins College, a Ambra College, a Kaplan University ou até mesmo HarvardStanfordMIT ou Warton.

Existem bons cursos de MBA no Brasil?

Claro que sim, existem excelentes cursos de MBA no Brasil.

Por exemplo, a UFRJ criou um curso seguindo os rigorosos padrões americanos para Master of Business Administration. Eu considero o programa da Coppead da UFRJ simplesmente a melhor alternativa em MBA disponível no Brasil.

A grande maioria dos cursos brasileiros de MBA são conceitualmente incorretos e fracos, mas temos excelentes opções. Dentre elas, podemos destacar as seguintes alternativas:

1. MBA UFRJ
2. Execute MBA – Fundação Don Cabral.
3. International MBA – FIA ou International MBA Full-Time
4. MBA Executivo Internacional – FIA
5. Global MBA – FGV
6. MBA Executivo Internacional da UFRGS
7. Americas MBA – FIA

Veja também quanto custa um MBA no Brasil.

Um breve história sobre o surgimento do MBA

Atualmente, milhares de instituições de ensino superior nos Estados Unidos e no Mundo ofertam cursos de MBA. Aqui nos Estados Unidos, temos mais de 6 mil instituições que ofertam MBA sendo que milhares delas oferecem também em versão completamente online.

A primeira escola de negócios a ofertar um curso de pós-graduação (graduate degree) foi a Tuck School of Business fundada em 1900 no Dartmouth College.

Segundo o site da Tuck Shcool, ela ofertou o curso de mestrado em estudos comerciais (Master of Commercial Science) que posteriormente evoluiu para o Master of Business Administration.

A ideia de cursos de mestrado em negócios para profissionais de formações diversas pegou rapidamente e, em 1908, a Harvard Graduate School of Business Administration matriculou 80 alunos em seu primeiro MBA.

Com o tempo, os cursos de MBA cresceram significativamente em números e diversidade de conteúdos e também de métodos de ensino.

Características de um MBA de verdade

Um curso de Master of Business Administration, MBA, de verdade, necessariamente possui as seguintes características:

  1. Conteúdo generalista em gestão e negócios e nunca focado em uma área de especialização
  2. Método de ensino que usa aplicação de casos reais e não apenas aulas expositivas tradicionais
  3. Conduz o participante a pensar e tomar decisões difíceis e não apenas a repetir o que professor menciona e fazer provas de marcar alternativas
  4. Trabalha pontos controversos que não possuem resposta certa e sim respostas coerentes (boas) e respostas incoerentes (ruins)
  5. Pode ou não ter uma área de concentração, mas sempre trabalhará uma visão geral de negócios, operações, estratégia, cultura, etc.

Explicado o tema, não deveria existir MBA em Marketing apenas com disciplinas relacionadas a Marketing. Troque marketing, no trecho anterior, por qualquer outro tema e frase continuará válida.

No Brasil, existem MBAs com esses nomes errados porque, infelizmente, é possível colocar o nome de MBA em qualquer curso. Não existe o conceito de Master of Business Administration no Brasil.

Como já dito, segundo o padrão teórico mundial, não há MBA focado apenas  em uma área de atuação.

Todo MBA é por definição generalista e pode ter um concentração, mas apenas depois de abordar genericamente as áreas mais importantes de um negócio como:

  1. Finanças
  2. Marketing
  3. Operações
  4. Estratégia
  5. Liderança

É comum em programas de MBA de dois anos que o primeiro ano seja cursado por disciplinas obrigatórias que completam a formação generalista do curso e, no segundo ano, o participante possa escolher uma área de concentração para ter mais foco.

Quanto custa um MBA nos Estados Unidos

Um bom curso de MBA nos Estados Unidos pode custar de 20 a 150 mil dólares. O valor médio para investimento é em torno de 40 mil dólares.

O custo em universidades de pesquisa prestigiadas gira em torno de 70 a 90 mil dólares para dois anos de curso. Afinal, a marca também agrega muito valor, bem como o networking de quem estuda em uma universidade prestigiada internacionalmente.

Os cursos de 150 mil dólares, normalmente, são cursos focados em altos executivos de empresas globais como os seguintes programas:

1. Global Executive MBA – Darden School of Business – University of Virginia
2. Columbia Berkeley Executive MBA
3. MIT Executive MBA

Os programas focados em executivos globais demandam mais do que capacidade de pagamento para ingressar e possuem como grande vantagem serem dedicados a problemas enfrentados pelos executivos, além de agregar uma excelente rede de contatos.

Quais são as vantagens de fazer MBA em Universidades de Pesquisa?

As universidades de pesquisa são as mais famosas do mundo exatamente porque realizam pesquisas.

Apesar de MBA não ser um título de pesquisa, os cursos mais caros e mais pretigiados estão localizados em universidades como Harvard, University of Pennsylvania, MIT, Columbia, Berkeley, University of Florida, McGill, etc. A pesquisa dá visibilidade às instituições.

Normalmente, os MBAs das universidades de pesquisa formam profissionais para atuar no mercado financeiro e em grandes consultorias. Sendo seu interesse entrar em Wall Street ou outro grande mercado financeiro, é importante ter um MBA de uma dessas instituições.

A segunda vantagem das universidades de pesquisa é que você estará imerso por 2 anos no ambiente delas e desenvolverá um excelente network com colegas de turma.

Caso seu interesse seja fora do mundo das grandes consultorias e do mercado financeiro, é  recomendado procurar um programa fora da lista das universidades de pesquisas.

Qual é a diferença entre MBA e Mestrado Acadêmico (M.Sc. ou M.A.) ?

É importante destacar que existem 4 grandes grupos de mestrados nos Estados Unidos, Canadá, Europa e países asiáticos em áreas de administração e negócios:

  1. Master of Science (MSc);
  2. Master of Arts (MA);
  3. Master of Business Administration (MBA);
  4. Outros mestrados profissionais.

Tradicionalmente, os M.Sc são usados mais em áreas de ciência ou aspectos técnicos e os M.As são títulos mais usados em áreas de humanidades. No Brasil, ambos são conhecidos apenas como mestrados acadêmicos e são chamados de mestrado em ciências complementados com a área de especialização.

Diferença de foco

O MBA tem foco amplo em gestão e os M.Sc. ou M.A. tem foco especializado.

O Master of Business Administration é um curso amplo e generalista enquanto os mestrados acadêmicos, Master of Science (M.Sc.) ou Master of Arts ou Mestrado em Ciências, são cursos focados em um tema específico.

Diferença de público alvo

O público alvo também é diferente do MBA para os mestrados acadêmicos. Nos cursos que seguem o padrão americano de MBA, o público alvo são profissionais de quaisquer áreas de formação.

É bastante comum turmas de Master of Business Administration nos Estados Unidos possuirem egressos de diversas áreas como ciências sociais, humanidades, engenharias, saúde, etc.

Diferentemente dos MBAs, o público alvo principal dos mestrados acadêmicos são profissionais formados nas áreas de concentração desses mestrados. Um mestrado acadêmico em finanças, nos Estados Unidos, (Master of Science in Finance) tem como público alvo para ingresso profissionais formados em administração, economia, matemática, engenharia e outras áreas das ciências exatas.

O público alvo é mais amplo e diverso no MBA do que no mestrado acadêmico. Além disso, o objetivo profissional do mestrado acadêmico é concentrado em um determinado campo do conhecimento. Já o MBA é mais amplo em termos de gestão e negócios em geral.

Uma outra importante distinção é que o mestrado acadêmico prepara o participante para a pesquisa cientifica enquanto o mestrado profissional prepara para aplicar na empresa as teorias estudadas ao longo curso.

Afinal, vale a pena fazer um MBA?

Claro. Vale muito a pena. Algumas dicas importantes:

  1. buscar um programa que realmente respeite as regras e padrões americanos;
  2. focar em instituição de ensino de qualidade;
  3. esquecer os cursos brasileiros de baixo preço;
  4. procurar um curso de excelência que respeite a dica 1, caso decida-se por realizar um curso brasileiro.

Qual é a sua preferência: desenvolver pesquisas e observações científicas ou pegar o que já foi estudado e aplicar na prática empresarial?

Coloque suas dúvidas sobre MBA nos comentários. Vou responder todas.

am_cta_ebook06_gestaoempresarial

Engenheiro por formação e educador por paixão. Tenho a educação como paixão pessoal e profissional, por gostar de estar sempre ensinando e aprendendo. Estou sempre disposto a ouvir pontos de vistas e argumentar sobre diversos assuntos. Como hobbies, gosto de jogar poker e conversar sobre investimento e finanças pessoais.