Mestrado em direito no exterior

Recentemente, escrevi um texto completo especificamente sobre mestrado em direito com foco em instituições de ensino brasileiras. Hoje, vou comentar sobre mestrado em direito no exterior como alternativa aos cursos ofertados no Brasil.

Ao optar por fazer um mestrado no exterior, você precisa entender que o curso é credenciado, regulado e fiscalizado por orgão do país de origem e não pelo MEC e pela Capes que são orgão do Brasil.

O Governo brasileiro possui critérios para avaliar e classificar os programas de mestrado e doutorado ofertados por instituições sediadas no Brasil.

O MEC e a Capes são órgãos do Governo do Brasil que fiscalizam e avaliam instituições e cursos. A Capes é focada somente em mestrados e doutorados e o MEC nos demais tipos de cursos do ensino superior.

Obviamente, somente as instituições sediadas no Brasil são controladas, reguladas e avaliadas por órgãos do governo brasileiro como o MEC e a Capes.

Cada país possui seu sistema de regulação do ensino superior e muitos países possuem sistema com mestrado e doutorado.

Atualmente, alguns brasileiros estão optando por fazer mestrado no exterior. Essa procura é uma alternativa ao estudo em instituições de ensino do Brasil. Os motivos são diversos como:

  1. Falta de mestrado em sua cidade
  2. Temas trabalhados nos mestrados brasileiros não são do interesse do profissional
  3. Necessidade de mestrado com opção de estudos pela internet
  4. Interesse em emigração no futuro
  5. Desejo de destaque profissional com diploma de outros países
  6. etc.

Os motivos que levam uma pessoa a preferir um mestrado no exterior frente a um mestrado em direito no Brasil dependem de cada indivíduo.

Quais são os seus motivos para pensar na alternativa de fazer um mestrado do exterior? Deixe a resposta nos comentários.

Na sua sincera opnião, um diploma de mestrado proveniente de qual desses países terá mais força para contribuir com a carreira profissional de uma pessoa?

  1. Argentina
  2. Espanha
  3. Estados Unidos
  4. Paraguai
  5. Portugal
  6. Uruguai

Mestrado em direito na américa latina

Alguns brasileiros estão estudando mestrado ou doutorado em direito na Argentina, no Uruguai e no Paraguai. Ao final do estudo, eles conquistam um título do país no qual estudaram. No caso do mestrado, chama-se “Maestria em derecho” em espanhol.

A vantagem dos cursos da Argentina, como o da Universidad de Buenos Aires (UBA), é que eles custam financeiramente menos do que os mestrados do Brasil.

A desvantagem é o modelo de ensino baseado em períodos intensos com duração curta. Estuda-se praticamente dois meses por ano e tem-se uma janela muito espaçada entre os estudos.

Eu acredito que um mestrado acadêmico dos Estados Unidos da América é uma excelente forma de destaque para profissionais da área do direito.

Mestrado em direito nos Estados Unidos da América

Eu já escrevi um e-book completo sobre como advogar nos EUA e nele menciono também sobre mestrados profissionais e mestrados acadêmicos na área de direito e afins.

Nos Estados Unidos da América, o brasileiro pode fazer mestrado:

  1. online ou presencial
  2. profissional ou acadêmico
  3. em inglês, espanhol ou português do Brasil

Enfim, a flexibilidade é grande e você pode estudar online, em português do Brasil em mestrado acadêmico em ciências jurídicas.

Você também pode escolher um mestrado profissional presencial em inglês ou um mestrado profissional online em inglês, etc.

Ao final de um mestrado nos Estados Unidos, o profissional terá um mestrado americano, assim como terá um mestrado argentino se estudar na Argentina. Somente estudando no Brasil se conquista diploma de mestrado credenciado no Brasil pela Capes.

Reconhecimento de título de mestre do exterior no Brasil

Quem faz um mestrado no exterior tem um título do país de origem, o qual pode ter muito valor no Brasil a depender do objetivo da pessoa.

Um mestrado fora do Brasil pode ajudar tanto ou até mais do que um mestrado brasileiro.

Claro, isso não vale para quem precisa somente do título para adicional de qualificação. Caso você precise de um diploma somente para ter o adicional de qualificação no serviço público, considero que a melhor saída seja realmente fazer um mestrado no Brasil.

Pense no seguinte exemplo: Martha vai construir a casa dos seus sonhos e vai contratar um arquiteto. Ela recebeu referências de amigos de profissionais com os seguintes perfils:

  1. Arquiteta sem nenhuma formação adicional
  2. Arquiteta com especialização
  3. Arquiteta com mestrado da Argentina
  4. Arquiteta com mestrado dos Estados Unidos da América

Como base nessas informações, qual Arquiteta será contratada?

Seja qual for a sua escolha, desejo-lhe sucesso na empreitada!

SHARE
Previous articleMestrado em Direito
Next articleEscrever bem é a habilidade indispensável para ter sucesso em qualquer área de atuação
Engenheiro por formação e educador por paixão. Alfredo Freitas é co-fundador da Ambra College e atua como diretor de educação e tecnologia nessa instituição de ensino superior. A Ambra está sediada em Orlando, no estado americano da Flórida, e foi a primeira instituição de ensino dos EUA a oferecer cursos superiores completos em português do Brasil. Alfredo é graduado e mestre pela Universidade de Brasília e realizou curso de pós-graduação no Canadá pelo Sheridan College. Ao longo da carreira na Ambra, Alfredo selecionou, treinou, avaliou e atuou no desenvolvimento de quase 100 professores com mestrado e doutorado nas áreas de direito e negócios. Alfredo Freitas é um apaixonado por educação que se dedica a encontrar as mais efetivas técnicas de ensino para formar os profissionais com competências úteis na atualidade e necessárias no futuro. Ele também oferta gratuitamente curso online no modelo MOOC na plataforma Canvas Network.