META é um objetivo a ser alcançado

Alvo e a palavra METAS detalhada em Mensuráveis, Específicas, Temporais, Alcançáveis e Significativas
Estrutura de uma meta

A meta é um objetivo a ser alcançado e devemos ter várias delas, portanto, vamos falar de METAS neste texto.

Toda meta deve ser mensurável, específica, temporalmente definida, alcançável e significativa. Organize as METAS, empenhe-se e terá resultados. Lembre-se sempre do acrônimo da imagem.

Ao longo do texto, usaremos exemplos de finanças pessoais, mas a metodologia pode ser aplicada a qualquer situação na qual se deseja atingir um objetivo.

Mensuração, o “M” das METAS

Metas devem ser medidas claramente. No âmbito empresarial, a mensuração é facilmente encontrada, mas essa também deve ser feita no âmbito pessoal/familiar.

Algo está mensurado quando sabemos exatamente os valores e quantidades envolvidas. Uma casa ou apartamento está mensurado quando temos claramente seu valor definido. Comprar um carro de determinada marca não deixa claro o valor, mas quando decidimos comprar um carro com valor entre 25 e 28 mil reais temos uma medida clara do quanto queremos gastar no processo de aquisição do automóvel.

Algo deve ser sempre mensurável para ser classificado como meta. A mensurabilidade é a capacidade de medir algo, portanto, uma meta deve ser possível de ser medida. Ao planejarmos um objetivo, devemos estabelecer a meta com medidas claras e objetivas. Financeiramente, a mensuração será apresentada na forma de recursos financeiros associados ou não a outro tipo de medida.

Especificação, o “E” das METAS

Fig 1 - Especificação de Celulares iPhone 5 e Galaxy S3.
Especificação de Celulares iPhone 5 e Galaxy S3.

Metas devem ser específicas e não genericamente definidas. Os detalhes da meta devem ser conhecidos a priori mesmo que sejam adaptados em momento posterior. Veja os exemplos:

  1. Carlos quer comprar um apartamento de 1 a 4 quartos no Rio de Janeiro.
  2. Rodolfo quer comprar um apartamento de 2 quartos na Urca, bairro da cidade do Rio de Janeiro, em prédio com elevador e porteiro 24 horas.

Podemos observar que o desejo de Carlos não está especificado e, portanto, não é uma meta. A especificação do apartamento desejado por Rodolfo é clara. Nela, podemos ver o apartamento, sua localização e estilo de edifício. O desejo de Rodolfo precisa ser ampliado, trabalhado e melhor avaliado para ser uma meta, mas já cumpre a necessidade de especificação do tema.

Observe a Figura 1 que apresenta detalhes específicos de cada um dos dois aparelhos que os distingue entre si e também dos demais modelos de celular. Essas especificações são claras e detalhadas, portanto, válidas. Nossas metas financeiras devem ser específicas nos detalhes para podermos compensar o custo da aquisição de forma proveitosa.

Temporalidade, o “T” das METAS

A temporalidade é caracterizada quando definimos claramente nossos objetivos no tempo. A definição temporal não precisa ser um dia ou horário específico, tudo dependerá das demais características da meta. No entanto, a existência da definição temporal é necessária para uma meta. Seguem exemplos:

  1. Carlos quer comprar o apartamento para deixar de herança para seus herdeiros;
  2. Rodolfo quer comprar o apartamento em 2020, ano que completará 45 anos de idade.

Podemos observar que o desejo de Carlos não possui prazo definido. Ele quer deixar algo para os filhos herdarem, mas não definiu claramente o momento no tempo. O caso do Rodolfo é bem diferente, pois ele indica claramente o ano limite para a aquisição do seu apartamento. O desejo de Rodolfo possui a característica da temporalidade, uma vez que está bem definido no tempo.

Alcançabilidade, o “A” das METAS

Tratamos as características descritivas das metas: mensuração, especificidade e temporalidade. No entanto, nem tudo que é mensurável, específico e definido no tempo pode ser alcançado por qualquer pessoa.

Continuando os exemplos de Carlos e Rodolfo: Rodolfo quer comprar um apartamento de 2 quartos na Urca, Rio de Janeiro, em prédio com elevador e porteiro, até 2020, com 80 metros quadrados, no valor de 1 milhão de reais, mas Rodolfo ganha atualmente 1 mil reais e não possui reservas financeiras. Obviamente, o desejo de Rodolfo está especificado, mensurado e definido no tempo, mas não é alcançável porque a renda atual dele é insuficiente para reservar, no prazo estipulado, o valor do imóvel por ele desejado.

A alcançabilidade é, portanto, a capacidade de realização da meta. O desejo precisa ser viável, possível de ser atingido, para ser classificado como meta.

Significado, o “S” das METAS

A meta, para ser alcançada, precisará de investimento nosso hoje, a fim de que se colha resultados futuros. Colheremos no futuro o que plantarmos no presente.

Financeiramente, essa realidade é bem fácil de ser verificada, basta procurar alguém com patrimônio aparentemente acima da renda para conversar e verificar que essa pessoa sempre teve a postura de guardar algum recurso e passou um bom período gastando menos do que ganhava.

A motivação é dada com o significado do que queremos atingir, o significado de nossa meta. Quanto maior for esse significado, esse motivo, maior será a possibilidade de dispormos tempo e empenho em busca dos resultados.

Conversando com colegas, percebemos que todos querem os resultados, mas poucos são os que realmente se propõem a pagar o preço hoje para obter os resultados no futuro. No entanto, várias pessoas que não pagaram o preço no passado costumam atribuir a sorte os resultados dos vizinhos, parentes e amigos. Ora, os resultados de hoje nada mais são do que os frutos pelo investimento passado. Dito de outra forma, o consumo ou patrimônio superior de hoje é fruto da opção pela reserva, o investimento e o controle de gastos exercido no passado. As conquistas profissionais de hoje são fruto da dedicação, preparação e formação investida nos anos anteriores, etc.

Muitos falam em meios e formas de conseguir os resultados, mas esses são menos importantes do que os motivos. Os motivos são os reais combustíveis de nossas  ações. Segue um simples exemplo: todos sabemos minimamente como perder peso (fazer atividade física e melhorar a alimentação), mas muitos não pagam o preço para ter uma saúde melhor, evitando o excesso de peso porque não há um grande motivo para agir.

Precisamos pesar nossos desejos atuais e futuros, verificar o que realmente queremos e por que queremos. Feita essa análise, teremos condições internas de fazer o investimento (humano/financeiro/tempo/dedicação/etc) necessário, o plantio, para os resultados futuros que desejamos, a colheita, alcançando a nossa meta.

O significado de uma meta não é apenas uma característica qualquer, é o combustível para a realização da meta. Devemos sempre procurar metas que tenham grande significado, pois elas possuem maior probabilidade de serem atingidas.

Gostou do texto, escreva uma meta usando a metodologia na área de comentários deste texto.

Autor: Alfredo Freitas, Diretor Executivo da Ambra College.


Fonte do texto:

O material deste post é parte do segundo módulo do curso gratuito de finanças pessoais. No curso, o tema é voltado para as finanças pessoais e familiares, mas a metodologia apresentada pode e deve ser usada para METAS em quaisquer áreas de nossas vidas.