Navigation

Empreendedorismo
Negócio próprio
Negócio próprio: O desafio de se diferenciar sem muitos recursos

Existem duas formas principais para se diferenciar no mercado segundo Michael Porter: vantagem de custo e de diferenciação.

Ou seja, uma empresa tem uma vantagem competitiva ou um diferencial quando possui produtos de qualidade semelhante ao dos concorrentes por preço mais baixo, ou quando o seu produto supera as expectativas do cliente.

Ter algo especial é essencial para que o negócio próprio se diferenciar e conquistar uma posição de destaque no mercado. E as vantagens competitivas não devem ser o alvo apenas de grandes empresas: pequenos empreendedores também devem se diferenciar. Isso faz com que o nome da marca se fixe na região e, consequentemente, aumente, cada vez mais, o número de clientes.

Sabemos que para se diferenciar é necessário um grande investimento. Porém, também é possível conquistar grandes resultados com pouco custo e muita dedicação. Acompanhe!

1. Tenha um bom relacionamento com o cliente

Marketing de Conteúdo

Use as mídias sociais e crie conteúdo para conquistar o seu cliente. Se, todas as vezes em que o cliente precisar de algo você fornecer a informação do jeito que ele procura, estará subindo no seu conceito. Seja por meio de um vídeo, um artigo ou até mesmo um e-book, você se torna mais presente no ciclo de compras do cliente: no momento que ele decidir comprar, vai se lembrar de você.

Bom atendimento

Durante a prestação de serviços ou na entrega de produtos, busque tratar o seu cliente da melhor forma possível. Atenda sempre com um sorriso no rosto e evite reclamações sobre o tempo, a economia ou questões pessoas. Procure ouvir o seu cliente antes de oferecer algo, muitas vezes ele não sabe o que precisa, apenas tem um problema para resolver. Se você auxiliar na resolução, poderá conquistar um cliente fiel.

Canal de relacionamento

Estabeleça um ou vários canais de relacionamento com o seu cliente. Responda às reclamações nas redes sociais e em canais próprios de reclamações e se aproxime dos seus clientes e futuros consumidores desejando parabéns em seus aniversários. Essas são algumas formas de fazer com o público valorize o seu contato.

Mantenha um bom networking

Sempre que possível, participe de fóruns de discussão, eventos e grupos da categoria. Essa é uma forma de apresentar seu produto para mais pessoas e destacar seus diferenciais. Após conhecer pessoas em diferentes eventos, você poderá convidá-las a conhecer a sua loja. Aquelas com influência na mídia podem gostar do seu convite e divulgar suas percepções sobre isso publicamente. Networking é uma forma sem custo de fazer marketing da sua empresa.

2. Tenha um produto / serviço de excelência

Mantenha-se atualizado

Profissionais devem estar em uma busca constante pelo aperfeiçoamento. Participar de cursos, simpósios e trocar experiências com parceiros são atividades essenciais para a diferenciação. Com as práticas mais atualizadas do mercado, não há como ficar para trás da concorrência. Aplique o que você aprendeu e saia na frente.

Inove

As pessoas buscam sempre produtos e serviços novos. Uma pessoa que quer fazer um tratamento para espinhas, por exemplo, irá prestar atenção nas tendências do mercado. Se você trouxer soluções inovadoras para um velho problema, sua empresa sobe a outro patamar na visão dos clientes. Já falamos sobre inovação, você se lembra? Tudo que você não pode deixar de saber sobre Inovação!

Busque novos canais de distribuição

Além de oferecer um produto e/ou um serviço de excelência, você deve disponibilizá-los da maneira que seu cliente prefere consumi-lo. Por exemplo, uma pessoa que quer ter aulas de inglês no conforto da sua casa não trocaria esse sistema por aulas em uma escola do outro lado da cidade, ainda que ela fosse muito boa. Por isso, invista em canais de distribuição que sejam adequados ao que você tenha a oferecer, desde bancas de jornais, de frutas, mercados, salões de beleza, hotéis, entre outros. Uma das estratégias que pequenas empresas têm investido é o e-commerce. Por meio desse canal de distribuição é possível chegar a qualquer pessoa que possua um celular ou computador com internet.

3. Estratégia de Gestão

Estruturação de Negócio Próprio

Para um negócio de crescer e ter relevância no mercado é preciso estabelecer definições sobre a estrutura da empresa. Devem-se definir quais são os recursos necessários para se posicionar de forma competitiva no mercado, seja por meio da contratação de um especialista ou a locação de um prédio mais adequado para o funcionamento da empresa. O empreendedor deve ser capaz de vislumbrar novos mercados para inserir a sua marca. Os produtos ou serviços comercializados por você são  a cara do seu negócio, porém, isso não impede que eles sofram melhorias ou pequenas alterações. A concorrência eleva a necessidade constante de inovações e diferenciação, com base nisso, talvez seja necessário transformar alguns pontos estruturais do negócio próprio.

Planejamento estratégico

Diferenciar-se dos concorrentes não é algo que se consegue da noite para o dia. O corpo executivo, no caso de um negócio próprio o dono da empresa, deve tomar algumas decisões. Listamos, a seguir, alguns exemplos que podem fazer a diferença para o negócio:

  • Em quais setores sua empresa tem interesse em competir e quais não interessam inicialmente.
  • Decidir se é importante continuar comercializando um produto com margem de lucro baixo para ter acesso aos canais de distribuição.
  • Manutenção da produção interna ou terceirização.
  • Contratação de especialistas no setor.
  • Decisão sobre tamanho da empresa, se ela está preparada para crescer e se essa expansão é interessante (algumas empresas preferem ficar pequenas para garantir a qualidade do que fazem).
  • Aquisição de um sistema que possibilite a gestão dos processos do negócio próprio.
  • Redução de preço ou aumento de qualidade.
  • Investimento em local de comercialização sofisticado ou parceria com inúmeros distribuidores locais.

Além dessas, existem outras decisões que podem precisar ser tomadas durante o planejamento de crescimento da empresa. Para todas elas, é necessário avaliar o cenário atual do negócio próprio, assim como o objetivo futuro. Com isso em mãos, a decisão por adiar algo deve ser realizada com base em um cronograma bem definido, contendo os impactos que a escolha pode causar.

Busque mitigar riscos

Por meio de auditorias, empresas passam a entender os riscos aos quais estão expostas, e, com esse conhecimento, ações mitigatórias podem ser aplicadas. Se sua empresa pode estar perdendo o controle das contas a pagar, isso gera pagamentos em duplicidades e aumento de custos, por exemplo. Outro exemplo é que funcionários podem estar decidindo algo que não estaria sob sua alçada. Uma auditoria, nesses casos, aponta os pontos que causam danos à qualidade e efetividade dos processos, buscando um processo sem falhas. Esses riscos, quando tratados, podem resultar em aumento de receita ou diminuição de custos para a empresa.

Com o investimento em relacionamento, produto/ serviço e estratégia, há uma grande chance do negócio próprio crescer com um custo menor do que o necessário no marketing tradicional. A principal ideia é estabelecer com seus consumidores uma relação de troca, na qual você fornece um produto com diferencial que ele procura e, em resposta, ele fideliza suas compras.

Gostou desse artigo? Escreva para nós, nos comentários, de que forma você está se diferenciando dos seus concorrentes com baixo custo.

am_cta_ebook08_guiaempreendedor

A equipe de Redação da Ambra é formada por profissionais especializados em redação, marketing, finanças, empreendedorismo, administração e gestão. Estes profissionais são os responsáveis por criar conteúdo informativo e que ajudam a inovar e resolver problemas do mercado.